11º BPM desenvolve ação social em comunidade carente de Timon

O 11º Batalhão de Polícia Militar, sob Comando do tenente coronel Hormann Schnneyder Almeida da Silva, em parceria com a Congregação da Igreja Assembleia de Deus, representada pelo Pastor David Colaço, da rede de Supermercados Mix Matheus, representado pela Gerente de Marketing Juliana e do Comercial Carvalho promoveram, na manhã desta quinta-feira (14), uma grande ação social na cidade de Timon-MA.

O projeto que concebeu a ação social foi intitulado de “Natal Sem Fome” e consistiu na distribuição de cestas básicas e oferecimento de serviços básicos na área de saúde e estética. Na ocasião, foram distribuídas cerca de 300 cestas básicas às famílias carentes dos bairros Cidade Nova e Conj. Rosa, bairros da periferia de Timon formados em sua maioria por famílias de baixa renda. Além das cestas básicas, as mais de 600 pessoas presentes no evento puderam usufruir dos serviços médicos na área de clinica geral e orientação odontológica oferecidos pelos Oficiais Médicos da Polícia Militar do Maranhão, bem como foram desenvolvidas atividades recreativas pelos policiais do PROERD para as crianças que estiveram presentes no evento.

O evento, que foi cuidadosamente planejado para dar um alento às famílias carentes da periferia de Timon, é apenas umas das ações sociais desenvolvidas pelo Comando do 11º BPM ao longo do ano. Dentro dessa linha de ação o Comando do 11º BPM não tem medido esforços para estreitar os laços de aproximação entre a PM e a sociedade. Levando a efeito os novos paradigmas inerentes aos preceitos da Polícia Comunitária, a PM de Timon, além de elevar o conceito da instituição, presta um relevante serviço social que vai além das expectativas da sociedade.

Na sua fala, o comandante do 11º BPM, tenente coronel, deu ênfase à importância do trabalho social que deve ser desenvolvido paralelamente às atividades fins das instituições públicas. “A Polícia Militar é conhecedora dos problemas de segurança pública da cidade de Timon e tem se empenhado em maximizar os recursos humanos e técnicos para dar cabo de sua missão constitucional de manter e preservar a ordem pública, no entanto, o nosso dia a dia no patrulhamento ostensivo da periferia da cidade nos torna sensíveis a problemas de ordem imediata que afligem sobretudo a população mais carente e, a nossa maneira, estamos dando a nossa colaboração para proporcionar a essa população um dia diferente em sua rotina”. Disse o comandante.