Ações de combate à criminalidade serão planejadas com base nas informações do Núcleo de Estatística

Logomarca PM

Para cumprir a política de promoção da paz do governo Flávio Dino, a Secretaria de Segurança Pública (SSP), começou a utilizar a Unidade de Estatística e Análise Criminal para planejar e implantar ações estratégicas no combate à criminalidade.

Criado por meio da portaria nº 280/2015 em março deste ano, o Centro tem como função precípua orientar todas as ações que tenham como escopo a redução dos índices de violência no Estado. A decisão para criação do órgão foi tomada durante uma das reuniões de avaliação entre o governador Flávio Dino e a cúpula da SSP.

“Causou-me uma profunda surpresa saber que o Maranhão não dispunha de um setor específico e de tamanha importância como esse. Precisamos ter informações seguras para elaborarmos o mapa da violência no Estado e, a partir daí, montarmos ações direcionadas, visando alcançar o nosso objetivo fim, qual seja, reduzir os índices criminais, por isso determinei a criação do núcleo o mais rápido possível”, afirmou o governador Flávio Dino.

De acordo com o secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, atualmente, a adoção de tecnologias da informação e a utilização de métodos de avaliação de desempenho são ferramentas imprescindíveis para a gestão eficiente nessa área.

A estatística passou a ser ingrediente obrigatório para as polícias e seus entes administrativos e operacionais, o que, efetivamente, ainda não acontecia no Maranhão. “Precisamos montar um policiamento baseado em informações que dependem de uma gerência efetiva e eficaz em estatística, daí a necessidade de se construir verdadeiras estruturas de informação, com bancos de dados sofisticados e pessoal altamente qualificado para o manuseio dessas informações, pois assim teremos um diagnóstico local preciso”, frisou Portela.

O Núcleo de Estatística será composto por unidades autônomas dos órgãos que integram o Sistema de Segurança, ou seja, as Polícias Civil, Militar e o Corpo de Bombeiro, cujo processo de implantação ainda está em desenvolvimento. Funcionários estão sendo capacitados para trabalhar no setor, mas a matriz já está em pleno funcionamento.

Fruto de uma parceria com o governo federal, a implantação do núcleo foi possível após a apresentação de um projeto, em que o Maranhão foi selecionado. Atualmente, o órgão é coordenado pelo técnico Waldmy Lemos, e encontra-se sediado em uma anexo da SSP, no Outeiro da Cruz.

“Esse núcleo irá coordenar a coleta e sistematização de dados e informações para atendimento de demandas internas e externas. Através dos dados catalogados, poderemos atuar de forma mais precisa e, assim, reduzir não só os números da violência, mas, também, os gastos como um todo da máquina estatal”, informou Lemos.

 

FONTE: SSP