Alunos do Curso de Soldados da PM participam de aula prática de policiamento comunitário na Vila Nossa da Conceição

cfap

Como parte do cronograma de atividades disciplinares do Curso de Formação de Soldados da PM – CFSd, 160 alunos do Curso  participaram de uma aula prática de policiamento comunitário, na comunidade da Vila Nossa da Conceição, no João de Deus, em São Luis

A Ação aconteceu  na manhã de sábado, dia 08, data em que a Associação de Moradores da Vila Nossa Senhora da Conceição promoveu uma Ação Cívico Social para comemorar 21 anos de existência.

Como momento inicial, os alunos de três pelotões ouviram atentamente as lideranças comunitárias, representantes do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e conselheiros tutelares do área que falaram da história de criação e conquistas da comunidade, bem como responsabilidade e atribuições dos órgãos defensores dos direitos das crianças e adolescentes. Em um segundo momento, os alunos foram voluntários na Ação Cívico Social que ofereceu vários serviços à comunidade.
01
O Esquadrão de Polícia Montada da PM também participou da Ação Social promovendo passeios a cavalo para as crianças.

Segundo o instrutor da disciplina, major Araújo, que é comandante da Ronda Escolar, a PMMA já desenvolve a filosofia do policiamento comunitário tendo como comando o CSC – Comando de Segurança Comunitária que agrega as USC’s (Unidade de Segurança Comunitária), Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) e Ronda Escolar. O major ressaltou a importância do policial conhecer a realidade das comunidades e desenvolver uma integração pautada na troca de informações e conhecimentos que contribuirão para a redução da criminalidade.

“Estamos conhecendo a comunidade que atuamos. Nossa ação vai além do policiamento operacional realizado dentro de uma viatura, precisamos estreitar os laços e desenvolver um relacionamento comunitário, em que ambos são beneficiados”. Explicou o oficial da PM.

Para o presidente da Associação do Bairro, José Carmo Pereira, a presença da polícia é um grande presente que a comunidade ganha. “Estamos rompendo com o paradigma de que a polícia é inimiga e executa apenas a repressão; passamos a ver o policial como um grande aliado na luta de todos contra o aumento da criminalidade”. Destacou seu José Carmo.
0203