HOMENAGEM A TODOS OS POLICIAIS DA PMMA QUE COMPLETARAM 30 ANOS DE SERVIÇO

A assessoria de comunicação da PMMA entrevistou um dos policiais militares que ingressaram na instituição em 22 de janeiro de 1987 e em 22 de janeiro de 2017, completaram trinta anos de efetivo serviço prestado a PM e toda sociedade maranhense. Nosso entrevistado é o major Herbert que após retornar da conclusão do Curso de Operador de Equipamentos Audiovisuais, na Escola de Comunicação do Exército no Rio de Janeiro, em 1999, passou a integrar a equipe da  Seção de Comunicação da PMMA (Assessoria de Imprensa), onde trabalhou durante nove anos. Ele foi um dos pioneiros a integrar a escala do “PM Repórter” criado no ano de 2004 com objetivo de acompanhar, registrar e divulgar matérias jornalísticas para o site institucional e imprensa em geral.

História de Perseverança

O major Herbert ingressou nas fileiras da Polícia Militar do Maranhão como soldado no dia 22 de janeiro 1987, chegou a sua primeira promoção a cabo em 1992, 3º sargento em 1993, 2º sargento em 1998, 1º sargento em 2004 e subtenente em 2009.

Ingressou no quadro de oficiais de administração, por intermédio do Curso de Habilitação de Oficiais de Administração – CHOA, realizado na Academia de Polícia Militar Gonçalves Dias em 2010, promovido ao posto de 2º tenente em 2012, 1º tenente em 2014, capitão em 2016, sendo promovido ao posto atual de major QOAPM em 30 de dezembro de 2017.

Durante sua trajetória na PM, passou por várias unidades como; Batalhão de Polícia de trânsito, 1º Batalhão de Polícia Militar, Rádio Patrulha, Comando de Polícia Metropolitana, 3º Batalhão de Polícia Militar, Companhia do Comando Geral, 5ª Seção do Estado Maior Geral, Diretoria de Ensino, Gabinete Militar do Governo e Gabinete Militar do Tribunal de Justiça e na 3ª Seção do Estado Maior Geral.

O major afirmou, “Após três décadas, guardo no coração a alegria, a gratidão pelo privilégio de trabalhar em uma instituição tão grandiosa, honrada, respeitada, referência nacional e orgulho da sociedade maranhense. Trinta anos se passaram com tanta leveza, que sinto a mesma força, o mesmo vigor que tinha quando ingressei na PMMA em 1987. Posso afirmar que tenho “gás” para mais um pouco, uma vez que aprendi a fazer de minhas tarefas uma terapia, do ambiente de trabalho uma segunda casa. A vida se tornou mais saudável, quando entendi isso, assim quando percebemos que tudo nela tem princípio, meio e fim. Agora, este fim me alcançou, encerrando a fase de policial militar da ativa. Saio com a consciência tranquila de dever cumprido de ter sido leal com meus subordinados, com meus pares, com meus superiores e com meus amigos”. O major Herbert, finalizou agradecendo a Deus e sua família que sempre lhe apoiaram e sustentaram nesses 30 anos de relevantes serviços prestados a sociedade maranhense.