Major Serra assume comando da 2° USC

destO major Raimundo Mulundú Martins Serra Junior é o novo comandante da 2° Unidade de Segurança Comunitária – 2° USC, localizada no polo Coroadinho. A passagem de comando foi presidida pelo coronel Raimundo Nonato Santos Sá, subcomandante geral da PMMA, e aconteceu nesta terça-feira (19), às 09h, na sede da Unidade.

Em seu pronunciamento, o oficial substituído, major Joselito Mendes Costa, destacou os resultados alcançados durante sua gestão e lembrou da sua jornada a frente da unidade. “Desenvolvemos um trabalho a frente da 2° Unidade de Segurança Comunitária, com vínculo com a comunidade e realizando um policiamento ostensivo e preventivo, garantindo segurança e ordem no bairro de atuação”. Disse o major Joselito Mendes.

O coronel Odair dos Santos Ferreira, Comandante do Comando de Segurança Comunitária também agradeceu ao major Mendes, e ressaltou que o comando de segurança comunitária e de suma importância para um bom relacionamento com a comunidade, e que estreita os laços com a instituição garantindo melhor ação da polícia e preservação da ordem pública.
 
O subcomandante geral da PMMA, coronel Sá, agradeceu o tempo que o major Mendes passou a frente da unidade dizendo que ele “fez o que devia e devia o que fez”, dizendo  que muitos são os desafios a serem vencidos pelo novo comandante da unidade, o coronel Sá resaltou que a sociedade aguarda uma resposta direta contra criminalidade, e a polícia militar precisa dar essa resposta no combate ao crime.

Prestigiaram a passagem de comando, o Sr. Ismael de Freitas Nogueira que no ato representava o Secretário de Segurança Pública, além de oficiais, praças e líderes comunitários que prestigiarram a solenidade.
 
Para o sistema de segurança, em pouco mais de oito meses de instalação, a USC do Coroadinho já obteve resultados significativos  nos números referentes ao enfrentamento da criminalidade. O aumento da sensação de segurança é reconhecido, também, pela sociedade que elogia a atuação dos policiais. “Hoje, quando saímos das nossas casas, facilmente encontramos um policial e viaturas bem próximos da gente. Isso nos deixa mais seguro”. Ressaltou a moradora do bairro, Maria Cantanhede, de 45 anos.

Uma das grandes ferramentas utilizadas pela 2ª USC,  são as dezenas de câmeras de videomonitoramento cobrindo toda a região, que dão ao comando de cada unidade um controle, 24 horas por dia, de toda a movimentação. Todas estão interligadas ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops). A Unidade também desenvolve projetos de inclusão social como salas que são usadas para cursos de capacitação para os jovens e qualificação aos adolescentes para que eles possam ingressar no mercado de trabalho.

01

02