Oficiais da PMMA recebem Prêmio Remadd em reconhecimento às políticas de combate às Drogas

Em solenidade realizada no Auditório da Procuradoria Geral de Justiça, em São Luís, o 3º e 6º BPM, o CPAM II e o Comando de Segurança Comunitária – CSC, receberam da Rede Maranhense de Diálogo Sobre Drogas – REMADD, o “Prêmio REMADD 2018”, em reconhecimento às ações idealizadas que contribuíram notadamente para a política sobre drogas no estado no ano de 2018.

O prêmio REMADD tem por objetivo homenagear pessoas civis e estabelecimentos que atuam na política sobre drogas no Maranhão. Tem ainda como princípio a defesa dos interesses das personalidades e instituições que atuam conforme a Lei nº 11.343/06, conhecida como Lei de Drogas, que há linhas temáticas de atuação na prevenção para o não abuso, o tratamento de dependentes químicos e o combate ao narcotráfico.

Para o Comandante do 6º BPM, Major Marcelo, o prêmio é reflexo da valorização do trabalho conjunto de todo o batalhão. “Esse prêmio reflete a valorização do trabalho desenvolvido pela tropa 6ª BPM, a qual é dedicada e disciplinada, cumpridora das metas, sem esquecer a credibilidade junto à comunidade que é nosso cliente em excelência”, destacou.

Na categoria Justiça e Cidadania o comandante do CPAM II, Coronel Aritanã, recebeu o prêmio pelo segundo ano consecutivo sendo homenageado pelos presentes na festividade.

O Comando de Segurança Comunitária – CSC, foi homenageado na categoria Prevenção e quem recebeu o prêmio foi a Coronel Augusta Andrade, pelo excelente trabalho desenvolvido na unidade.

O comandante geral da PMMA, Coronel Luongo, foi agraciado com Prêmio REMADD 2018, na categoria politicas públicas. O oficial foi representado pela coronel Augusta no evento.

Representando o comandante do 3° BPM, Tenente Coronel Ilmar Lima, o Capitão Nunes recebeu a justa homenagem pelos trabalhos desenvolvidos em Imperatriz.

Por Carolina Gomes -ASCOM/SSP