Operação ‘Brasil Integrado’ desarticula quadrilhas e efetua prisões em São Luís-MA

brasao pm

Como parte das Operações ‘Brasil Integrado’ e ‘Brasil Mais Seguro’, a Polícia Militar do Maranhão deflagrou varias  ações nas cidades de São Luís, Imperatriz e Timon.
 
Em São Luís foram presas 14 pessoas, sendo uma quadrilha especializada em assaltos a lojas de eletrodomésticos, composta por 11 pessoas, e a outra especializada em tráfico de drogas e homicídios, foram desarticuladas. Só a Polícia Militar empregou 900 homens neste primeiro dia de operação. As ações se estendem até quinta-feira (8).
 
 Na ação, que teve inicio às 6h, a Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos (DIAE), com o apoio o Serviço de Inteligência do 6º e 13º BPM, efetuou a prisão de 11 pessoas nos bairros do São Cristóvão, Vila Brasil, Maiobão, João Deus e São Bernardo, todas ligadas, diretamente, aos assaltos a lojas como Insinuante, City Lar, entre outras localizadas nos bairros Cohama, Maiobão, Bequimão e Cohab. As prisões foram feitas de forma simultânea. Além da Polícia Militar, integram as ações da operação, as Polícias Rodoviária Federal (PRF) e Federal (PF).
 
Estão detidos por envolvimentos nos assaltos as lojas Arianderson Mendonça Santos, 27 anos; Fredson Pereira Mineiro; Leandro Vieira Abreu, 23; Emerson Sousa Santos, 19 anos; Leonardo Alves de Araújo, 19 anos, que teria fugido do Complexo de Pedrinhas, no  dia 16 de setembro; Paulo Arthur Silva de Jesus; Raimundo Nonato Lopes, 39, que seria proprietário de uma loja de venda de celulares e recebiam os produtos do roubo;  Ronilton Diniz da Silva, 28; Fernanda Cruz Silva, 31 e Adriana Santos Silva, 26 anos. Na ocasião, uma adolescente de 16 anos, que seria responsável pelo armazenamento dos materiais roubados e de fazer a ligação com os receptadores também foi apreendida. Do total dos onze detidos, oito são egressos do Sistema Penitenciário.
 
“Concentramos as ações em bairros com maiores registros de ocorrências, segundo as estatísticas. Apesar da operação combater diretamente homicídios, como direciona a Senasp, no Maranhão, ampliamos as ações e combatemos todos os tipos de crime, como foi o caso da prisão dos assaltantes de lojas”, explicou o comandante geral da Polícia Militar, coronel Marco Antônio Alves.
 
Dando continuidade à operação no Morro do Zé Bombom, no polo do Coroadinho, policiais militares da 1º USC, em conjunto com equipes do Comando de Policiamento de Área Metropolitano I, efetuaram a prisão de Jonatas Sousa Carvalho, 18 anos. Ele estava há quinze dias em liberdade. Foi detido, ainda, na mesma ação, Hélio Pereira Paiva, 21 anos, e Raniel dos Santos Silva.  Eles, de acordo com a polícia, são integrantes de uma quadrilha envolvida em homicídios no polo do Coroadinho e estariam ligados ao confronto ocorrido na última segunda-feira (5), naquela localidade.
 
Mais ações
 
As equipes do Batalhão de Choque (BPChoque) , da 1ª Unidade de Segurança Comunitária (USC) e do Serviço de Inteligência do 1º BPM abordaram um ônibus que transportava 15 pessoas que vinham do sepultamento de um adolescente envolvido com o grupo criminoso. O veículo foi abordado na Avenida dos Africanos em frente à Fundação Bradesco. Na ação foram apreendidas três armas de fogo que estavam escondidas no interior do veículo. Os passageiros foram conduzidos a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) para averiguação.
 
De acordo com a polícia, o ônibus estava vindo do enterro de Maycon Gomes Viana, conhecido como “Loirinho”, de 17 anos, que tombou no confronto com a polícia, na última segunda-feira (5).

01

06

 

04

Armas apreendidas