Operação conjunta com participação do 6º BPM garante tranquilidade a dezenas de bairros da grande São Luis

6bpm

O mês de abril tem sido marcado pela redução dos números de homicídios e outros crimes, em relação aos anos anteriores, na grande São Luis. Para continuar o combate à violência e manutenção da ordem pública, a PMMA, por meio da secretaria de Segurança Pública do estado, desencadeou, neste final de semana, ações repressivas em vários bairros da capital maranhense.

01No sábado, o 6º BPM, em ação conjunta com o Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, SMTT (Secretaria Municipal de Transito e Transporte), Blitz Urbana e Conselho Tutelar, desencadeou a operação “Viva em Paz”. 

Para o capitão Alexandre, comandante do efetivo da PM na operação, a corporação empregou um grande efetivo e várias viaturas com objetivo de, com apoio de outras forças, fazer cumprir a lei. “Com reforço de outras forças e um grande aparato tanto de policiais militares como de viaturas e motos, agimos de forma a prevenir e inibir práticas de crimes e desrespeito às leis”, frisou o oficial.

Um forte esquema com mais de vinte viaturas e presença de policiais e agentes da segurança municipal e estadual e dezenas de viaturas, circularam por bairros como Cidade Operária, Cidade Olímpica, Jardim Santa Clara, Vila Zeni e outros.  Por meio da operação foram abordados veículos e motos, sendo verificada a documentação obrigatória e, também, foram revistados com objetivo de procurar armas e entorpecentes. A ação ainda agiu combatendo o abuso dos bares e veículos quanto ao desrespeito à lei do silêncio.

Outro foco da operação, foram Bares, casas de festas, e locais públicos com grandes aglomerações de pessoas e veículos. Os policiais entraram nos estabelecimentos e realizaram revista a pessoas e locais que poderiam ser utilizados para esconder armas e drogas. Também foram vistoriados pelo Corpo de Bombeiros e profissionais da prefeitura os documentos obrigatórios para funcionamento do estabelecimento, além da ação da Blitz Urbana com a fiscalização das normas de conduta legais de funcionamento.

02

A senhora Diana Portela Gomes, de 47 anos, moradora da Cidade Operária, fez questão de acompanhar a ação policial em uma praça com vários bares no bairro. “Sai da minha casa e vim agradecer aos policiais pela ação que a gente reivindica sempre que é colocar ordem e manter a nossa segurança”, disse a moradora. 

03