PMMA inicia 1ª turma do Curso de Técnicas e Táticas Urbanas

CPE

Policiais militares da capital e interior do Estado iniciaram na manhã de segunda-feira (03), a 1ª turma do Curso de Técnicas e Táticas Urbanas – CTTU que tem objetivo de capacitar os integrantes dos Grupos Táticos Móveis (GTM), qualificando-os com o conhecimento estratégico, tático e operacional. Por meio do curso, os policiais estarão capacitados para atuar em operações de alto risco, localização e captura de suspeitos fortemente armados, apoio em controle de distúrbios civis e outros.

Com duração de onze dias as aulas abordarão disciplinas de Progressão e Patrulhamento Tático Urbano, tiro tático policial, técnicas especiais de abordagem, gerenciamento de crises, combate em ambiente confinado (Varredura), controle de distúrbios civis, operações químicas, negociação policial, técnicas de mobilização e treinamento físico militar.

Em sua fala o coronel Frederico Pereira ressaltou a grande oferta de cursos oferecidos pela corporação como parte da política de celeridade e meta de treinar, qualificar e capacitar um número recorde de policiais militares. “Os números de policiais capacitados e qualificados por meio da grande oferta de cursos, demonstram que vivemos uma nova era na PMMA. Nossos policiais também estão se destacando em cursos fora do Estado”, disse o comandante.

Ele também fez uma explanação sobre a atual conjuntura do país, enfatizando o crescimento da violência e a exigência de se ter um policial bem treinado. “Exige-se cada vez mais do policial que além do treinamento constante que o torna preparado para agir rápido e com êxito, o PM tem que ter espírito de empreendedorismo para alcançar resultados mais completos. Qualidade de vida, treinamento e equipamentos são bases cruciais para se atingir a excelência no que se faz”, frisou o coronel.

Para o coronel Ozório, diretor de ensino, a Polícia Militar já é referência nacional no ensino. “Buscar aprimoramento técnico e profissional acima de tudo. Com o apoio do comandante geral, celebramos a oferta de vários cursos com instrutores capacitados e experientes, o que nos torna no cenário nacional uma referência na educação continuada”, pontuou o diretor.

O comandante do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças falou das mudanças institucionais adotas pela corporação na área do ensino. “Nesse primeiro semestre alcançamos a marca expressiva de mais de 1.500 policiais formados e capacitados aqui no CFAP. Com o aval do comandante geral, implementamos relevantes mudanças institucionais alicerçadas na busca do conhecimento em prol do desenvolvimento social”. Finalizou o comandante do CFAP.

“Para mim é um momento ímpar em que vou adquirir conhecimentos e ser multiplicador em minha unidade”, disse o aluno soldado Lima Júnior do 15º BPM, em Bacabal.

O coronel Frederico Pereira apresentou a palestra com o tema “Patrulhamento Tático no Brasil e no Mundo”, destacando o patrulhamento como doutrina essencial para as ações policiais, elencando desde o deslocamento do policial, paradas, velocidade e ações de observação que, segundo ele, deverão ser criteriosamente seguidas.

3

2