Polícia Militar alerta foliões sobre medidas de segurança durante o Carnaval de Todos

Logomarca PM

A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) alerta os foliões quanto a medidas de segurança a serem adotadas no Carnaval. A aglomeração de pessoas exige um cuidado especial dos brincantes, que devem lotar os circuitos de blocos e a Passarela do Samba, na programação definida pelo Governo do Maranhão em parceria com a Prefeitura de São Luís. De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSPMA), o policiamento será reforçado e contará com mais de 2 mil homens na patrulha.

De acordo com o comandante do Comando Metropolitano 1, coronel Pedro Ribeiro, é importante que o público esteja atento às recomendações da polícia para reduzir a chance de quaisquer incidentes. As orientações da Polícia Militar vão desde a preocupação com o que levar ou não para os blocos de Carnaval e festas até os locais mais adequados para estacionamento e cuidados com o tratamento ao próximo.

Em locais onde haverá grande concentração de pessoas, o folião deve evitar portar joias, celulares e bolsas a tiracolo, que podem chamar a atenção de infiltrados com intenção de furtos. Além disso, ao estacionar, o público deve procurar locais permitidos, seguros e bem iluminados e nunca deixar a chave do veículo com flanelinhas.

Durante o evento, crianças devem estar acompanhadas dos pais. Será impedido o uso de vasilhames de vidro, que podem gerar – acidental ou propositadamente – cortes e ferimentos mais graves. “O folião deve sair de casa com o espírito de paz, para aproveitar as festividades. As brincadeiras de carnaval preveem pessoas fantasiadas, que devem ser respeitadas da maneira que se apresentam. Também é necessário um cuidado especial com a tradicional maisena, para que não haja conflitos desnecessários, envolvendo pessoas que não queiram participar da brincadeira, ou mesmo a proteção dos olhos, para impedir irritabilidade na área sensível e qualquer consequência mais grave”, comentou o coronel Pedro Ribeiro.

A Polícia Militar pede ainda que o público que vai aos circuitos ou à Passarela do Samba evite pedir ou dar informações a pessoas desconhecidas e priorize o contato com pessoas de referência, como policiais e bombeiros. Outra recomendação é que a população evite o consumo excessivo de álcool e que obedeça à legislação de trânsito, que proíbe a condução de veículos sob o efeito da substância. A Polícia Militar fará barreiras de aplicação da Lei Seca e aferição de nível de álcool dos condutores, com uso do etilômetro.