Polícia Militar do Maranhão homenageia autoridades políticas, civis e militares na comemoração dos seus 179 anos

logo 179 pNa comemoração dos 179 anos de fundação da Polícia Militar do Maranhão, realizada na noite de quarta-feira (17), no Comando Geral, no Calhau, em São Luís, a briosa instituição homenageou centenas de autoridades políticas, civis, militares, e demais parceiros com a entrega da ‘Medalha Brigadeiro Falcão’, a maior comenda da PMMA. O governador do Estado, Flávio Dino, ao receber o mérito, destacou o papel da polícia ostensiva na defesa social, e no combate à criminalidade, que agora recebe reforços importantes com a nova política do governo.

“Estes 179 anos da Polícia Militar foram dedicados a uma causa: garantir tranquilidade e paz a todo cidadão. Por isso estamos aqui para transmitir os nossos cumprimentos à instituição e, ao mesmo tempo, renovar o convite para que essa atuação prossiga com coragem, honestidade, e respeito aos direitos das pessoas, porém, com muita firmeza, pois nesse momento em que estamos enfrentando organizações criminosas é que precisamos de uma polícia forte e preparada; e temos tomado todas as medidas pra isso, tanto que criamos mais de mil novos cargos para as forças de segurança. É um momento importante não apenas para a instituição, mas para o Maranhão”, disse o governador.
01
A Medalha Brigadeiro Falcão, maior comenda da corporação, é concedida a oficiais, praças e também a pessoas que, de alguma forma, se destacaram em relevantes trabalhos em prol da Polícia Militar, e da sociedade maranhense. Do total dos agraciados, 220 pertencem a PM, sendo três da Reserva Remunerada; 54 das Forças Armadas; e policiais de outros estados, entre eles, de Santa Catarina, São Paulo, Piauí, do Distrito Federal, e do Ministério da Justiça. O comandante-geral da PMMA, coronel Marco Antônio Alves da Silva, considerou a solenidade como um momento especial e histórico.

“São 179 anos de prestação de serviços, de muita responsabilidade e compromisso com ações voltadas para o enfrentamento à criminalidade. A comemoração de hoje é também por termos a consciência de que estamos vivendo em um cenário diferenciado, com mais investimentos, alcance de metas, e mudanças de fato naquilo que tínhamos no passado. Estamos reduzindo a incidência criminal em uma condição clara de enfrentamento a bandos armados, mostrando aquilo que o governo tem apresentado como meta para as instituições de Segurança Pública”, destacou o comandante-geral da PMMA.
02
Além destes, autoridades civis também receberam a condecoração, entre eles, os secretários de Estado, Márcio Jerry (Assuntos Políticos e Federativos); Clayton Noleto (Infraestrutura); Francisco Gonçalves (Direitos Humanos e  Participação Popular); Felipe Camarão (Gestão e Previdência); e Márcio José Honaiser (Agricultura). Nessa mesma lista de homenageados, foram também agraciados com o mérito o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (ALMA),  Humberto Coutinho; o senador Roberto Rocha; deputados estaduais; federais; vereadores; autoridades do judiciário e empresários.

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, se disse honrado em fazer parte desse momento histórico. “É bom lembrar-se daqueles que iniciaram esse trabalho e, hoje, parabenizar aqueles que são os policiais do presente. A Polícia Militar, em 2015, sente um apoio muito forte do atual governo para o seu salto institucional, e para o exercício de suas atividades institucionais. É uma honra viver para testemunhar essa noite, junto com a sociedade civil; e as institucionais públicas municipais, estaduais e federais. Enfim, um dia marcante para a história do Sistema de Segurança do Estado”, frisou Portela.
 
Méritos: Operacional, Intelectual e Tempo de Serviço

Na cerimônia, o Comando Geral da PMMA concedeu, ainda, a 430 praças da corporação a Medalha Mérito Operacional; a Medalha Mérito Intelectual a seis policiais em todo o estado; e a Medalha Tempo de Serviço a 342 militares. Os PMs agraciados se destacaram em ações meritórias, com certo risco de morte, em benefício à comunidade, para a corporação ou para o estado. Também foi feita a entrega  da Medalha do Batalhão de Suez, do estado do Rio Grande do Sul, homenagem prestada à militares e autoridades que, de uma maneira ou de outra, engradeceram o nome da instituição com seus serviços. A indicação foi feita pelo coronel Egídio Amaral, comandante do CPAM III.
 
Histórico da PM

Em 1836, o projeto de lei do deputado Gomes Belfort foi convertido em Lei Provincial, sancionado pelo presidente Antônio Pedro Costa Ferreira, criando o Corpo de Polícia da Província do Maranhão, que deu origem a atual Polícia Militar do Maranhão, cujo primeiro comandante e patrono foi o major Antônio Feliciano Falcão. A instituição, ao longo de 176 anos, recebeu várias denominações, tais como Corpo de Segurança Pública, Corpo de Infantaria, Corpo Militar do Estado, Batalhão Policial do Estado, Força Policial Militar do Estado, Brigada Auxiliar do Norte e, finalmente, Polícia Militar do Maranhão, em 1951.
A primeira turma de oficiais PM, com Curso de Formação de Oficiais (CFO), formou-se em 1966, em Minas Gerais. Em 1993, o Maranhão criou a Academia de Polícia Militar, e em 1995 formou a primeira turma com 29 aspirantes. Atualmente, compõem o quadro da Polícia Militar 11 batalhões distribuídos por todo o estado. Na região metropolitana de São Luís, o quadro está dividido em Comandos do Policiamento de Áreas Metropolitanos I, II, III (CPAM) que são formados pelas unidades de policiamento do 1º BPM, 6º BPM, 8º BPM, 9º BPM, 13º BPM, e 21º BPM.

Além destes, a PM conta ainda com batalhões especializados do Batalhão de Polícia de Choque (BPCHOQUE); Companhia de Polícia de Turismo (CPTur); Companhia de Polícia Militar Rodoviária (CPRV); Companhia de Polícia de Guarda (CPGD); Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA); Esquadrão de Polícia Montado (EPMont); entre outros. No interior do estado, os Comandos de Policiamento do Interior (CPAIs) são distribuídos em oito comandos constituídos por batalhões, companhias e pelotões, todos eles subordinados à Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA).

MAIS

A Polícia Militar do Maranhão desenvolve ainda uma série de projetos voltados para a sociedade. Atualmente, estão em andamento contínuo o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd); a Ronda Escolar; Equoterapia, desempenhado pelo Esquadrão de Polícia Montada (EpMont); e a Brigada Voluntária Ambiental, desempenhada pelo Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), além de unidades de ensino, Colégio Militar Tiradentes, instalados nas cidades de São Luís, Imperatriz e Bacabal.

03 04

05

06 07