Polícia Militar forma 1ª Turma de policiais militares do Programa de Preparação para a Reserva Ativa

logo 179 p

A aposentadoria é uma das etapas na carreira do servidor público. Para muitos, representa uma fase esperada com grande expectativa e para outros, um momento difícil de ser encaradodevido ao sentimento de perda e rompimento de longos anos de serviço prestado e convívio com um grupo social. Com objetivo de acompanhar e preparar os policiais militares para o momento da aposentadoria a PMMA,por meio do Centro de Assistência e Promoção Social (CAPS), formou, na manhã desta sexta-feira (18), a 1ª turmado Programa de Preparação para a Reserva Ativa.

Para a major PM Psicóloga Cristiane, coordenadora do evento, a iniciativa do programa partiu da constatação da dificuldade de muitos policiais diante do momento da transição em que sai da vida ativa no trabalho para ir para casa. “Muitos militares enfrentam dificuldades nessa transição para a aposentadoria. Um dos nossos objetivos é levar o policial a fazer reflexões sobre vários temas que o levem a reagir de forma mais equilibrada e menos sofrida para ele”. Disse a psicóloga da PM. Ela destacou também que, nessa fase, o servidor sente-se improdutivo e que não se preparou para essa nova etapa de sua vida o que o deixa vulnerável a sofrer com estresse, ansiedade e até depressão.
03
Nesta primeira turma, vinte e três policiais militares participaram de encontros que aconteceram nos meses de agosto e setembro em um hotel em São Luis. Foram apresentadas palestras com temas diversos, como: mudança de identidade, resgate de vinculo familiar; saúde e aposentadoria; educação financeira, dentre outros. Além de workshops, atividades grupais visando a integração e a troca de experiências, bem como treinamentos em projetos pós-carreira e empreendedorismo.

A participação no programa é voluntária e podem participar policiais que tenham 28 anos de serviço para os homens e 23 anos para as mulheres.

Durante os encontros, os policiais puderam participar individualmente interagindo com o palestrante e a turma. Um dos integrantes da turma, sargento Roberto Baêta, elogiou a iniciativa da corporação em preparar os policiais para um momento difícil da carreira. “É muito bom sabermos que a corporação também está sensível com o PM que vai para a reserva. Isso nos transmiti alegria e conforto em saber que estamos sendo cuidados”. Relatou o militar.

04