Polícia Militar realiza doação de cestas básicas a Fundação Antonio Dino

181 anos

A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) por meio do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) realizou a doação de dezenas de cestas básicas a Fundação Antonio Dino, instituição filantrópica que acolhe pessoas que estão em tratamento de câncer no Hospital Aldenora Bello, em São Luís. A solenidade de entrega aconteceu no início da manhã de sexta-feira, dia 9, no CFAP. A iniciativa da ação social foi dos alunos do Curso de Formação de Sargentos (CAS).

01

Para a sargento Mônica Albuquerque, a contribuição mostra a sensibilidade e o espírito de doação dos policiais militares. “Sabemos a necessidade da Fundação, a ideia surgiu e abraçamos a causa. Estamos muito felizes em podermos contribuir com esta Instituição que se dedica em ajudar o próximo”, disse a militar.

“Gostaria de agradecer imensamente a todos os policiais militares que contribuíram com esta doação. Nossa Fundação necessita muito desse apoio”, comentou Antônio Dino Tavares, vice-presidente da Fundação. Ele finalizou lembrando que as duas instituições (PM e Fundação), ambas cuidam das pessoas, só que com atribuições diferentes, mais com a responsabilidade social de oferecer dignidade às pessoas.

Para o tenente coronel, Raimundo Andrade, comandante do CFAP, a ação fortalece o comprometimento da PM com a causa social. “Estamos a 181 anos promovendo cidadania em nosso Estado, doações com estas renovam nossas forças e nos motivam a trabalharmos mais pela inclusão ratificando nosso compromisso social”, disse o oficial.

O comandante do CFAP parabenizou os alunos do CAS pela iniciativa e toda sua equipe pelas doações. “É com grande sentimento de solidariedade e empenhados num só propósito, a prestação de auxílio e demonstração de amor ao próximo, que parabenizo todos envolvidos nesta ação”, finalizou o tenente coronel.

Participaram também do evento, o major Goering da Silva, subcomandante do CFAP, o assessor Werbete Alves e o advogado Caio Viana, ambos da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep), além dos alunos do Curso de Formação de Soldados.

02

Fundação Antônio Dino

A fundação recebe o nome de um dos médicos que, a frente do Hospital do Câncer Aldenora Bello, iniciou o combate ao câncer no Maranhão.

Após sua morte foi então criada a Fundação Antônio Dino, em dezembro de 1976, com o objetivo de manter o Hospital Aldenora Bello, tendo como missão original atender a população pobre e indigente, sem cobrar por seus serviços.

Além do hospital, a fundação mantém duas casas de apoio, as quais abrigam pessoas que não tem lugar para ficar e nem recursos para se alojarem na cidade durante o tratamento. Essas casas são mantidas através da arrecadação de doações feitas pela sociedade.