Polícia Militar reforça policiamento para festas de pré-carnaval

Logomarca PM
A Polícia Militar já reforçou desde o primeiro fim de semana  de janeiro, as ações de patrulhamento nos pontos onde ocorrem festas de pré-carnaval em toda a região metropolitana. Só neste fim de semana serão empregados mais de 700 homens distribuídos em vários locais que terão festas que antecedem as festas de momo. Para os dias de carnaval, a PM empregará mais de 2 mil homens em toda a região metropolitana.

“O planejamento operacional da PM foi montado para garantir segurança e tranquilidade para o cidadão que desejar se divertir no período de pré- carnaval e nos dias de carnaval. Mobilizamos todas as forças de segurança a fim de manter a ordem neste período. Estaremos, por fim de semana, utilizando 700 homens até o carnaval”, afirmou o coronel Pedro Ribeiro, comandante do Policiamento de Área Metropolitano I.

O coronel Pedro Ribeiro reiterou que o policiamento nos bairros também terá reforço. Conforme explicou o comandante do CPAM I, diversas operações da PM serão deflagradas a fim de impedir o registro de ocorrências criminais nos bairros. Equipes de policiais militares percorrerão os bairros em uma van realizando abordagens a suspeitos e impedindo que locais sem autorizações funcionem.

Modalidades

Para o período de pré-carnaval, a polícia militar utilizará homens a pé, que serão distribuídos em guarnições e circularão entre os foliões dando tranquilidade a população. Além desta modalidade, haverá equipes, ainda, do Esquadrão de Polícia Montada (EpMont), equipes de viaturas de várias unidades operacionais e ainda o apoio do helicóptero do  Centro Tático Aereo (CTA).

As ações da PMMA terão uma atenção redobrada ao circuito Madre Deus, Ceprama e ao Bloco da Bicicletinha do Samba, festas que concentram grande fluxo de pessoas. Além destas ações haverá equipes nos bairros do São Francisco, Olho d’Agua, Bequimão,  Cohatrac, entre outros bairros da capital que terão blocos de pré- carnaval. “ O cidadão pode brincar suas festas de pré-carnaval com tranquilidade, pois sempre terá um policial militar próximo”, garantiu o coronel Pedro Ribeiro.

Horários

A Polícia Militar orienta os foliões aos horários de funcionamento dos locais de festas. O comandante do policiamento de Área Metropolitano lembrou aos proprietários dos locais de festas e aos diretores de blocos da importância de todas as licenças. “ Estaremos atentos as licenças dos locais. Eventos que não tenham licenças não poderão funcionar. Em casos de clubes, o local será fechado”, lembrou o coronel. O comandante do CPAM I lembrou ainda sobre o som automotivo. Segundo ele, não será permitido nenhum excessos. A Lei do Silêncio será rigorosamente seguida.

Operações

As fiscalizações da Lei Seca estão entre as atividades da Polícia Militar para o período de pré-carnaval. As atividades da operação serão realizadas por homens da Companhia de Polícia Rodoviária (CPRv ind). As equipes farão o teste do bafômetro e verificando motoristas que decidam dirigir após o consumo de bebida alcoólica.

Além desta operação, a PMMA em conjunto com a Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal deflagrarão mais uma etapa da Operação Comando Integrado buscando apreender armas, drogas e recapturar foragidos da Justiça.

Recomendação

A polícia recomenda que os foliões sempre transitem em grupos, evitando andar em locais que não tenham iluminação. Além disso, é aconselhado evitar o uso de objetos de valor durante as festas carnavalescas. Outra medida que pode contribuir para evitar assaltos é que o cidadão esteja portando dinheiro trocado e em pouca quantia, apenas o necessário para suas despesas.

Em relação aos veículos, a Polícia sugere que o condutor procure estacionar o carro em locais vigiados e visíveis. Outra dica que ajuda a evitar roubos é nunca permanecer parado durante muito tempo dentro do veículo. De acordo com a polícia, essas medidas chamariam a atenção dos criminosos, colocando em risco à população.

A Polícia alerta os pais sobre os cuidados com as crianças. Umas das medidas indicam aos pais para utilizarem fichas de identificação, contendo o nome, idade, endereço e telefone para contato. Caso alguém encontre um menor perdido, o recomendado é encaminhar a criança para o Posto Policial mais próximo.