Policiais Militares concluem Curso de Identificação Veicular

1

Durante os dias 18 e 19 de janeiro, deste, no município de Santa Inês-MA, policiais militares de vários municípios maranhenses e com graduações e patentes, entre capitães, tenentes, sargentos, cabos e soldados participaram do Curso de Identificação Visual de Veículos.

O curso promovido pela Diretoria de Ensino da Polícia Militar do Maranhão, visa que o policial militar possa identificar de forma rápida e correta um veículo que esteja em desacordo com as leis de trânsito e legislações pertinentes, além de prover conhecimentos e ferramentas para que o policial militar durante uma abordagem reconheça se um veiculo é produto de adulteracao, furto, roubos ou outros ilícitos.

O comandante do 7° BPM, tenente coronel Borba Lima, parabenizou e agradeceu a participacao dos 30 (trinta) militares no curso, ressaltando o desempenho de cada um, colocando o Batalhão à disposição para continuar colaborando com toda a PMMA e com a sociedade.

Ressalta-se que com a carga horária de 20 horas/aula, o curso iniciou no dia 18 às 7h e terminou neste dia 19 de janeiro às 18h.

Um dos participantes do curso, o 1° tenente QOPM Kléber, do 29° BPM, lembra que a PMMA tem investido no profissional de segurança. “São muitas ações de treinamento e desenvolvimento que a administracao pública militar realiza com o intuito de munir o policial de preparação e de oferecer um bom serviço de seguranca para a sociedade maranhense”, destaca o oficial.

O Professor SAULO GOMES, instrutor do curso, é policial Federal aposentado, tem 36 anos de experiência prática e teórica no assunto e já foi Instrutor de mais de 50 mil profissionais de segurança no Brasil. Saulo com o mesmo entusiasmo fala sobre a abordageme verificação veículos. “O profissional de seguranca com os conhecimentos de um curso como este e os colocando em prática faz toda a diferença. Não existe falsificação perfeita. O que existe é uma vistoria mal feita em veículos”, diz o perito. o professor Saulo Gomes possui referência internacional e já conseguiu recuperar mais de dez mil veículos irregulares, clonados e/ou roubados. Os policiais estão aptos a detectarem alterações que possam indicar origem ilícita do veículo potencializando assim a atividade policial.