Policiais militares do 15º BPM prendem suspeitos de tráfico de drogas em Bacabal

Screen Shot 02-10-18 at 09.18 AM 001

Dando sequencia as ações contra o comercio ilegal de entorpecentes, policiais militares do 15º BPM da cidade de Bacabal sob o comando do Tenente-coronel Rômulo, prenderam cinco pessoas suspeitas de envolvimento com tráfico de drogas em Bacabal na sexta feira (9). O batalhão tem como objetivo intensificar o combate ao tráfico de drogas principalmente nesse período de carnaval em que existe um maior fluxo de pessoas na cidade o que facilita a entrada de entorpecentes na região. 

A primeira ação ocorreu após denúncias de que no bairro Trizidela, em Bacabal, havia uma casa suspeita de ser ponto de venda de drogas. A guarnição de serviço foi ao locar para averiguar a informação e constatou a presença de várias pessoas com atitudes suspeitas na porta da residência, no local eles encontraram uma quantidade considerável de substancia semelhante ao crack que o homem identificado como Franklin Cleyton Sousa alegou ser de sua propriedade, além dele foram apresentados na delegacia da cidade, Eliane Souza do Nascimento, Mauro Antonio Nascimento dos Santos e Neilson Sousa como suspeitos.

A equipe da Força Tática e mais duas viaturas da Radiopatrulha atuaram nas prisões e conseguiram apreender 48 trouxinhas de substância análoga a crack, uma porção de substância análoga a maconha, determinada quantia em dinheiro, aparelhos celulares e várias sacolas plásticas. 

 

A outra ação foi uma operação conjunta da policia militar e civil na cidade de Bacabal em que um homem foi detido por suspeita de tráfico de drogas. O fato ocorreu no bairro Cohab I na tarde da sexta-feira (09) onde o homem identificado como Paraclito Silva, de 30 anos, foi abordado quando estava na porta da sua casa. Com Paraclito os policiais encontraram R$ 1.044,00 (mil e quarenta e quatro reais), em espécie, cordões, pulseiras, relógios, vários cartões bancários e também duas trouxas de substância que aparentavam ser cocaína. 

Screen Shot 02-10-18 at 09.18 AM 002

 

Segundo informações da polícia, Paraclito acertava tudo via celular e abastecia toda área próxima a sua residência como outros bairros da cidade, sendo, também, suspeito da prática de agiotagem e já tem passagem pela polícia.