Policiais militares do Maranhão concluem curso de Operações de Choque da Força Nacional em Brasília

5Quatro policiais militares do Maranhão concluíram o Curso de Operações de Choque do Departamento da Força Nacional e serão multiplicadores do curso que aconteceu na cidade do Gama, Distrito Federal, na Base do Batalhão de Pronta Resposta – BPR da Força Nacional.

O curso que teve a duração de 35 dias, oferece o que há de melhor e atual nos aspectos doutrinários e técnicos das operações de choque segundo padrões das melhores policias do mundo.

Devido a grande intensidade e exigência nos treinamentos físicos, técnicos e psicológicos, é comum, no decorrer do curso, a grande desistência de alunos. Foi o que aconteceu nessa turma que iniciou com 45 alunos e apenas 33 concluíram.

Os quatro integrantes da PMMA que agora são multiplicadores de Operações de Choque são os sargentos Rubens Jansem Dias, da CCG (Companhia do Comando Geral), Vando Nascimento Pacheco, do BPChoque, o cabo Edigar Rodrigues Melo, da COE (Companhia de Operações Especiais) e o soldado José Maria de Souza Pestana Júnior, do BPCoque. Eles agora serão responsáveis pelo treinamento dos policiais que serão mobilizados pela Força Nacional para trabalharem nas Olimpíadas Rio 2016.

Entre as disciplinas abordadas: Técnica de CDC (Controle de Distúrbios Civis), Tática de CDC, CDC com apoio Montado, Defesa Pessoal, Choque Ligeiro, Tiro aplicado ao CDC, Reintegração de Posse Urbana, Reintegração de Posse Rural, Estabelecimentos Prisionais, Instrumentos e Técnicas de Menor Potencial Ofensivo-ITMPO.

Segundo o sargento da PMMA Vando Pacheco, o curso foi de regime de semi-internato, com instrutores de renome das diversas Polícias Militares do Brasil como, São Paulo, Pará, Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Norte, Rio grande do Sul, Bahia e Paraná. E, segundo ele, a aprendizagem capacita os policiais a agirem nas situações mais adversas para manter a ordem.  “Estamos levando para o Maranhão o conhecimento adquirido ao longo do curso. Vivenciamos situações adversas e de dificuldades extremas que nos proporcionaram capacitação de alto nível”. Disse o sargento.
2

3