População elogia a PM no policiamento do Lava-Pratos em São José de Ribamar

O Lava-Pratos de São José de Ribamar é considerado como o primeiro Carnaval fora de época do país, além de encerrar oficialmente a temporada momesca no Estado. A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) montou um forte esquema de segurança e garantiu a segurança para os foliões que participaram da festa que está em sua 72º edição.

3

Nos dois dias de folia, o Lava-Pratos de São José de Ribamar contou com o policiamento ostensivo e preventivo da PM, que teve o planejamento do Comando de Policiamento de Área Metropolitano II – CPAM/II comandado pelo coronel Aritanã do Rosário, garantindo a ordem pública e direito de ir vir de cada folião. Foram empregados mais de 600 policiais militares em um forte esquema de segurança por meio do policiamento a pé, montado, motorizado e aéreo.

Para senhor João de Moraes, administrador de empresas, o trabalho da PM garantiu a tranquilidade da festa e segurança de todos, “A Polícia Militar tem trabalhado muito, me sinto seguro para brincar o Lava-pratos em Ribamar. A polícia garante a tranquilidade da festa, inibindo assaltos, brigas e todos podem se divertir em paz”. Disse o brincante.

1

“Nosso policiamento cumpriu o planejado e garantiu a segurança dos foliões e turistas que decidiram brincar o carnaval do Lava Pratos. As ações se estenderam em todos os locais de festas e nas proximidades. Barreiras policiais foram colocadas em pontos estratégicos a fim de evitarem a entrada de armas e drogas”.  Disse o comandante do Policiamento de Área Metropolitano II – CPAM/II, coronel Aritanã.

11

Para o subcomandante da PM, coronel Jorge Luongo, em mais uma edição desse grandioso evento, a PM inibiu vários crimes e garantiu a tranquilidade. “Além da intensificação das barreiras, reforçamos o efetivo do policiamento a pé, garantindo a segurança no local e áreas próximas”, disse o oficial.

9

O comandante geral da PMMA coronel Pereira disse que o policiamento, contou com efetivo das unidades operacionais e do serviço administrativo da capital. O Centro Tático Aéreo – CTA deu todo apoio necessário ao policiamento garantindo integração entre as forças de segurança pública, tropas especiais também estavam presente no policiamento como Choque, Rotam, Cavalaria, Cosar e BOPE. O coronel disse ainda que o policiamento usou as estratégias das barreiras e a distribuição de patrulhas nos locais de maior concentração de público e pontos de embarque e desembarque de ônibus. 

Mais Ações

O policiamento contou também com ações preventivas por meio da Patrulha Maria da Penha e do Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv).

A Patrulha Maria da Penha estava oferecendo um policiamento especializado no combate ao assédio e a violência contra a mulher. Durante a ação os militares desenvolveram companhas de sensibilização e de orientação referentes aos crimes contra a mulher. Eles também distribuem panfletos e esclarecem dúvidas sobre o crime de assédio.

6

O Batalhão de Policiamento Rodoviário, instalou barreiras de redução de velocidade, nos principais pontos da MA-201, que liga São Luís a São José de Ribamar, com objetivo de garantir um trânsito seguro, com o trabalho de fiscalização e orientação, evitando acidentes e desrespeito às normas de trânsito.

10