Proerd forma mais de 2 mil alunos em São Luís

Mais de dois mil alunos do 5º ano do Ensino Fundamental de dezenas escolas municipais de São Luís participaram da formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), realizado pela Polícia Militar do Maranhão (PMMA). O evento aconteceu na manhã de quinta-feira (20), no Centro de Convenções da UFMA e foi prestigiado por pais, familiares, professores, policiais militares e autoridades civis e militares.

“Estamos consolidando junto às crianças e suas famílias o que elas aprendem com os instrutores do Proerd. Dizer não às drogas e sim a vida! Esta é a forma de fazer Segurança Pública com o envolvimento de várias instituições”, comentou o secretário de segurança do estado, delegado Jeferson Portela. O secretario finalizou sua fala parabenizando toda equipe da Polícia Militar pelo sucesso do programa.

Para o comandante e geral da PMMA, coronel Jorge Luongo, um dos objetivos do programa é fortalecer a união de esforços entre poder público e comunidade no combate às drogas. “Estamos unidos hoje plantando sementes do bem, para podermos amanhã colher o bem! O Proerd é realizado pela Polícia Militar, e seu sucesso depende do apoio da escola e principalmente da família”. Disse o oficial.

O Proerd é um programa de prevenção primária, desenvolvido apenas com alunos do 5º ano do Ensino Fundamental e conta com o apoio fundamental da escola e da família. De acordo com a coordenadora do Proerd no Maranhão, coronel Maria Augusta, o objetivo é implementar atividades educacionais em sala de aula para prevenir o uso de drogas e a prática de atos de violência entre crianças e adolescentes.

A coronel informou também que durante o programa, o policial militar acompanha o semestre letivo da escola e desenvolve atividades educacionais com lições em sala de aula. Além da presença nas salas de aulas, a PM atua nas proximidades das escolas com o Ronda Escolar que realiza o patrulhamento externo das unidades escolares.

“Acredito e confio na Policia Militar, estou muito feliz por meu filho estar participando desse trabalho de prevenção contra às drogas e a violência”, frisou José Rodrigues, pai do aluno Mateus.

Como parte da programação, algumas redações foram selecionadas e lidas pelos próprios alunos diante do público. Os autores das redações receberam brindes, além de certificados e medalhas. Os proerdianos realizaram o juramento perante a Bandeira Nacional. No final do evento, as crianças posaram para fotos e se divertiram com a mascote do Proerd.