Suspeito de homicídio é preso na “Operação Pacificação” desencadeada pelo 14º BPM de Imperatriz

7966A6A4-C3F2-487D-82E7-D9DB4A7796D1

Após uma semana do inicio da Operação de Pacificação comandada pelo tenente-coronel Brito Jr, com atuação nos principais bairros e periferias sob circunscrição do 14º BPM, os policiais militares desta unidade efetuaram na noite da segunda-feira (19) a prisão de Alex Sandro Nogueira dos Santos de 32 anos, cuja alcunha é conhecida por “paulista”.
Consultado o histórico criminal do suspeito foi confirmado que o mesmo já havia respondido judicialmente por crimes como receptação e homicídio doloso. Através de incursões e levantamentos realizados pelo grupo de serviço avançado (GSA) do Serviço de Inteligência (SI) do 14º Batalhão, foram constatadas informações e detalhes que levaram os policiais até a residência do suspeito, momento em que após a confirmação da veracidade dos fatos, foi montado um planejamento de operação estratégico, juntamente com as guarnições da Força Tática e viaturas da área.

 

C23F41F8-7334-49F5-ABBA-9D90CEE90423

O suspeito estava escondido em um condomínio no bairro Vilinha, quando o local foi cercado e os PM’s, de posse de todas as fundamentações, anunciaram a prisão ao individuo que logo em seguida rendeu-se e ofereceu entrada à residência aos militares. “Paulista” portava no momento da prisão, uma (01) arma de fogo calibre.12 com dois (02) cartuchos intactos. O indivíduo em conversas com os militares admitiu em vídeo que é o mandante responsável pelas três mortes de pessoas e outras quatro tentativas de homicídio, ocorridas no domingo (11).
Além destas confissões, Alex Sandro também afirma nas filmagens que tentou matar outro sujeito de nome Darcielves, morto recentemente, que também possuía extensa ficha criminal incluindo passagens por tráfico de drogas e homicídio.
As gravações com as confissões do suspeito foram disponibilizadas ao delegado de plantão em Imperatriz.Na residência em que Alex Sandro “Paulista” foi preso, foi encontrado além da arma de fogo e as munições, novecentas gramas (900g) de maconha prensada em forma de blocos, uma (01) balança de precisão, um (01) facão, materiais e embalagens para condicionamento e armazenamento de drogas, um (01) aparelho celular e documentos pessoais. O suspeito foi conduzido para a delegacia de plantão, juntamente com a arma, droga e objetos apreendidos  para a  realização os procedimentos legais.