Suspeitos de matar policial do 5° BPM foram presos

5bpm

Nesta terça-feira (01), a Polícia Civil da 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda, prendeu João Paulo, vulgo Pernambuco, o suposto assassino do soldado Dantas,  que foi morto covardemente na madrugada de 25 de outubro de 2015.
                    
O suspeito foi preso em um ônibus, na cidade de Porto Franco, por força de uma determinação judicial. Além de responder um processo no Distrito Federal, possui passagem por porte ilegal de arma de fogo em Barra do Corda. José de Jesus Loyola, que também teria participação no crime, já se encontrava preso. O mesmo é suspeito de ter emprestado a arma usada no crime e a motocicleta para a fuga.

Desde a data do crime, o comando do 5° Batalhão e a Polícia Civil, não mediram esforços para elucidar o caso, as duas instituições compartilhando informações chegaram ao autor e co-autor do crime. O primeiro havia viajado para Brasília, ciente de ter praticado o crime perfeito, pois no dia seguinte ao crime, foi em um programa de televisão local informar que nada tinha a ver com o fato e dessa forma tornando público a sua inocência presumida. Tudo não passou de teatro, pois o mesmo mantinha ódio do soldado Dantas, que foi o responsável por sua prisão, por porte ilegal de arma de fogo, no mesmo mês em que foi assassinado.

Segundo o comandante do 5° BPM, tenente Coronel Eriverton, todos os crimes ocorridos em Barra do Corda  já foram ou estão sendo elucidados, mas esse homicídio que vitimou o policial, foi o mais difícil de chegar aos suspeitos. O oficial agradeceu a todos os policiais envolvidos no caso que se esmeraram em levantar as hipóteses e averiguar todas as possibilidades, agradeceu também ao delegado Regional, Dr. Renilton, pela parceria incansável nesta investigação.

Sem título-1