Dia da Bandeira na Polícia Militar do Maranhão

destO dia da Bandeira foi comemorado no Quartel da Polícia Militar, localizado no Calhau, em São Luís. Ao meio dia, deu-se início ao rito de incineração das bandeiras inservíveis pelo Praça mais antiga presente, ao som do hino à Bandeira, entoada pela Banda de Música da PMMA. A solenidade foi presidida pelo coronel Aldimar Zanoni, comandante geral da Corporação. Estiveram presentes também o subcomandante geral, coronel Nepomuceno, os coronéis Evanildo, Rosivaldo, Flávio Jéferson e Boa Ventura, além de vários oficiais e praças da Corporação.

“Bandeira do Brasil, altiva a tremular, onde a liberdade é mais uma estrela a brilhar.”
 
Bandeira do Brasil, Símbolo Nacional que sintetiza em seus limites físicos o valor da união que transcende diferentes origens étnicas com uma expressiva e vigorosa representação da raça humana.

Nela estão representados diversos credos de cidadãos vocacionados para a liberdade democrática. E porque creem num Deus Único e respeitam a lei e a ordem, compartilham uma fraternidade com o amor à paz e privilegiam, acima de tudo, o respeito e o acatamento às diferenças individuais. Assim, sob a brisa que a beija e balança, nossa Bandeira afiança e protege os brasileiros, solidariamente unidos, um único e fortemente pulsante coração.

Bandeira cuja história espelha a própria História Pátria, com formas geométricas simbolicamente harmonizadas pela beleza e significado das tradicionais cores.

Pavilhão que evoluiu desde 1500, ultrapassando diversas etapas coloniais e já falava com altivez, nos Montes Guararapes (PE), da nossa unidade e independência política a ser alcançada em 1822 , com D. Pedro I.

Bandeira reformulada para o Primeiro, Segundo Império e atualizada com a Proclamação da República Federativa do Brasil, em novembro de 1889.
 
Sua criação evoca arte, história e amor à Pátria. Tecida na forma retangular abriga o verde que exprime a esperança, nossos verdejantes campos, o valor do trabalho agrícola e o respeito devido ao ecossistema e biodiversidade. Fala dos heróis que a empunharam e mantiveram invicta nos momentos de transe ocasionados pelas guerras.

O losango na amarela cor da Casa dos Habsburgo retrata nossa imensa variedade mineral e, poeticamente, a representação da presença feminina. Exalta o valor da diversificada gama energética disponível à nossa gente e as ricas atividades de Comércio, Indústria, Ciência e Tecnologia.

01Ao centro, o globo azul celeste, com a faixa do branco da paz, são invocadas as prioritárias Ordem e Progresso. Ainda no globo central, está representado o céu daquele 15 de Novembro de 1889, com as estrelas referentes aos integrantes da Federação. Destaquemos, ainda, o Cruzeiro do Sul, também presente no distintivo do Exército Brasileiro, a iluminar nossa trajetória para o alto, com conceituado valor da cidadania, relevante papel do Brasil no concerto das nações do mundo e, sobretudo, o amor ao Deus Pai, ao Brasil e à nossa Instituição.      
                           
Brasília-DF, 19 de novembro de 2013.

02 03