PMMA prepara esquema de segurança para o Carnaval 2019

Foi realizada no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar no Calhau, na manhã de quinta-feira, 28 de fevereiro, a reunião de fechamento da operação de Carnaval de 2019. O alto comando da instituição avaliou todas as modalidades policiamento que serão empregadas no carnaval de 2019 e efetivo que será empregado no evento.

O policiamento será executado a pé, a cavalo, em viaturas e motocicletas, e também contará com o apoio do Centro Tático Aéreo, que fará o patrulhamento aéreo na região. “A Polícia Militar estará empenhada em garantir a segurança do cidadão num dos maiores eventos do Brasil, o Maranhão está pronto, pois tem uma polícia preparada para proteger o cidadão maranhense”, disse o subcomandante da PM, coronel Pedro Ribeiro.

Ao todo, nos circuitos oficiais, serão 2.570 homens em operação entre os dias 01 e 05 de março, na região central da capital maranhense. Em toda a região metropolitana, 3.500 mil policiais atuarão no patrulhamento ostensivo. A meta é garantir um ambiente de tranquilidade para quem for participar da programação do Carnaval de Todos.

Com atrações gratuitas para todas as idades, em diversos espaços públicos, a folia acontece de 1º a 5 de março nos circuitos Madre Deus, com palcos na Praça da Saudade, Vila Gracinha, Beco do Gavião, Casa das Minas e Largo do Caroçudo e, ainda, no Circuito Beira Mar, Praça Manoel Beckman e Ceprama.

Modalidades de Policiamento

No circuito da Madre Deus, que envolve áreas como a Praça da Saudade, Vila Gracinha, Ceprama, serão montadas barreiras de contenção, na qual será empregado o Batalhão do Choque. Ao todo, serão 10 barreiras, que também cobrirão a área da e da Casa do Maranhão.

Outra metodologia adotada pela Polícia Militar para o monitoramento da movimentação nos circuitos, segundo o coronel Pedro Ribeiro, é a instalação de torres de observação. Elevadas, as estruturas garantem maior visibilidade tanto à Polícia quanto aos brincantes e permitem o acionamento mais ágil das patrulhas. As torres ficarão localizadas nas proximidades dos palcos, onde há maior aglomeração de pessoas.

Para quem prefere aproveitar o feriado para descanso e programações alternativas, também haverá cobertura policial através de patrulhamento e rondas. Áreas de praias e retiros espirituais, como Panaquatira, São José de Ribamar e Raposa terão policiamento reforçado. No caso dos retiros, é possível que as organizações enviem ofícios à PM informando sobre o evento e requerendo a atuação policial na área.

Controle de entradas e saídas da cidade

 “As abordagens são feitas com barreiras em um trabalho preventivo, de revista de veículos e pessoas com policiais e cães farejadores Neste período, aumenta o fluxo de pessoas para a travessia de Ferryboat e na entrada da cidade e nós estamos intensificando este trabalho diferenciado de monitoramento tanto de quem vai para o interior quanto dos turistas que vão entrar em São Luís.”, comentou o coronel Pedro Ribeiro, subcomandante geral da PM.

Nas entradas e saídas de São Luís, como o aeroporto, rodoviária, Estiva e Terminal da Ponta da Espera, também haverá um esquema de segurança especial.

Terminais de integração contarão com guarnições de policiais militares, para facilitar a dispersão da população dos circuitos após o término da programação. A Polícia Militar também cobrirá locais onde há maior risco, como hospitais públicos de emergência e unidades prisionais, como a Funac e o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Lei Seca

Avenidas principais da cidade como a dos Africanos, dos Franceses, Guajajaras, São Luís Rei de França, Getúlio Vargas, dos Holandeses e Castelo Branco receberão atenção especial da polícia neste período.

Nos bairros, serão feitas blitzen e barreiras policiais de fiscalização do cumprimento da Lei Seca e abordagens policiais em coletivos, veículos e aos pedestres nas paradas de ônibus pelo Batalhão de Polícia Rodoviária-BPRV.

Estiveram presentes na reunião o coronel Pedro Ribeiro, subcomandante geral da PM, coronel Ismael Fonseca, subchefe do estado maior geral e diretor do Centro Tático Aéreo, coronel Alexandre Francisco, comandante do Comando de Policiamento de Área Metropolitana I, coronel Aritanã Lisboa, comandante do Comando de Policiamento de Área Metropolitana II, coronel Maria Augusta, comandante do Comando de Segurança Comunitária, coronel Honório Carvalho, comandante do Batalhão de Policiamento Turístico e coronel Eurico Alves, comandante do Batalhão de Policiamento Rodoviário todos envolvidos no planejamento do policiamento de carnaval 2019.