Policiais do Batalhão Tiradentes iniciam 2ª turma de Nivelamento em Motopatrulhamento

Com objetivo de capacitar os policiais militares para trabalhar no policiamento ostensivo em motocicletas, o Batalhão Tiradentes iniciaou nesta segunda-feira (25), o 2º estágio de nivelamento em motopatrulhamento. A solenidade de abertura do estágio acontecereu no auditório da Unidade Regional de Educação – URE, na Vila Palmeira.

A turma tem 41 policiais militares, sendo 37 PMs da capital,  02 do 16º BPM de Chapadinha e 02 Guardas Municipais da capital.

Os alunos receberão conhecimentos e treinamentos em pilotagem básica, pilotagem avançada, abordagem com uso de motocicleta, técnicas de escolta, mecânica básica e primeiros socorros.

Durante o curso serão repassados os conceitos de segurança em circunstâncias diferenciadas, simulando situações do dia a dia do motociclista policial, como em vias públicas, terrenos irregulares ou na orla da praia. As instruções práticas também acontecerão na área externa do complexo Castelinho, no bairro Outeiro da Cruz, no CFAP (Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças) e pistas de off road.

O policiamento de motos se destaca no atendimento às ocorrências por apresentar uma rápida resposta durante o deslocamento e por alcançar locais não alcançáveis às demais viaturas. Como parte da filosofia do policiamento comunitário oferece um policiamento preventivo mais próximo da comunidade.

Em sua fala o major Carramilo, Coordenador do curso, ressaltou a importância de atualização constante que a policia militar veem proporcionando aos seus integrantes “não é apenas conduzir uma motocicleta, mas obter técnicas e procedimentos necessários para nossa profissão de alto risco” disse. Lembrou ainda do soldado Caetano que faleceu recentemente em um acidente de moto durante o serviço.

O tenente coronel Andrade, comandante do Batalhão Tiradentes, disse que os policiais participantes vão ter a oportunidade de apurar técnicas na utilização do veiculo que mais proporciona rapidez no atendimento de ocorrências “para isso o policial tem que ter domínio da técnica para conseguir atender a população e manter também a sua segurança”. O comandante ressaltou também a atuação do batalhão Tiradentes junto aos coletivos, ações que reduziram significativamente o numero de assalto a ônibus na região metropolitana de São Luís.

Por fim, o Comandante Geral da PMMA, coronel Jorge Luongo, enfatizou qualidades e especificidades do policiamento realizado com as motocicletas, destacando as inovação das técnicas policiais e rapidez nas intervenções exigidas pelas mudanças constantes nas formas e na dinâmica da prática do crime “antecipar o desenvolvimento do crime e querer sempre prestar um serviço de excelência a pululação do Estado do Maranhão é um sentimento constante em todo policial militar maranhense” disse.

Este slideshow necessita de JavaScript.