Tenente-coronel Welington de Araújo assume comando do BPChoque

O tenente-coronel Welington de Araújo assumiu na manhã desta terça-feira (30), o comando do Batalhão de Polícia de Choque – BPChoque em substituição ao major Adonias Everton.

O tenente-coronel PM Welington de Araújo estava no comando do 9º BPM desde maio de 2019 e retorna ao comando do BPChoque, unidade que comandou no período de 2014 a 2019.

A solenidade aconteceu no pátio externo do Quartel do comando Geral da PM e foi presidida pelo secretário de segurança pública do Estado, Jefferson Portela. Estiveram presentes, o comandante geral, coronel Pedro Ribeiro, o subcomandante geral, coronel Nilson Marques, além de coronéis do alto comando e o comandante do CME – Comando de Missões Especiais.

Em seu discurso de despedida, o major Adonias Everton agradeceu o empenho da tropa e apoio do comando geral para que o Batalhão alcançasse resultados positivos no combate à criminalidade. “Como fruto de um trabalho de equipe, empenho da tropa e resultados positivos de diversas ações e operações desencadeadas, conseguimos combater à criminalidade e proporcionar segurança à sociedade”, destacou.

O comandante geral parabenizou o major Adonias Everton frente ao comando do BPChoque, ressaltando a importância de se comandar o Batalhão de Choque, que agrega experiências e conhecimentos importantes para a vida do oficial. O comandante geral também elogiou a gestão do tenente-coronel Wellington de Araújo, no 9º BPM, destacando sua capacidade profissional para a execução de um grande trabalho à frente do BPChoque. “Nós já conhecemos o trabalho e capacidade do tenente-coronel Welington que além do seu perfil como comandante, detém uma grande gama de conhecimento especializado”, frisou.

O Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, disse que o momento é de se buscar uma gestão integrada marcada pela harmonia entre todas as forças do sistema de segurança. “Buscamos uma integração das forças com o propósito de melhores resultados”, lembrou. O secretário também enfatizou as peculiaridades do policiamento do BPChoque como tropa especializada que age em situações extremas como controle de distúrbios civis, em eventos de grande quantidade de público e outras situações de intervenções rápidas e precisas”, finalizou.